Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Profecia’

Eleicoes2014

Em meio a um furacão de denúncias e celeumas, a presidente Dilma Rousseff, do PT (Partido dos Trabalhadores) é reeleita para ocupar o mais alto cargo executivo do Brasil por mais quatro anos a partir de 2015.

Paralelamente a este evento político, cristãos em todo o país se colocam em estado de alerta diante de inúmeras palavras proféticas apontando o início de um tempo de perseguição à Igreja e ao cristianismo neste novo governo.

Diante de tanto alarmismo e inquietação, o quê pensar? Em quê acreditar? Quais providências tomar?

A verdade é que vivemos dias difíceis e turbulentos, não por culpa do governo, mas como consequência das ações de uma sociedade corrupta, imediatista, egoísta e sem temor a Deus, da qual o governo faz parte. O mundo jaz no maligno (1Jo 5:19). Nossa cultura globalizada e capitalista está corrompida e nenhum tipo de reforma governista, partidária, popular ou sindical seria capaz de mudar essa situação. Não é possível jorrar água limpa de uma fonte suja. Seria preciso reformar, primeiro, o homem.

Evidentemente, como cidadãos brasileiros que somos, ansiamos em conhecer a tão falada justiça social. O equívoco, a meu ver, está em esperar que ela venha como resultado de um processo eleitoral. Apenas o poder do Evangelho agindo através da Igreja pode, de fato, mudar o Brasil. 

Mas, e a perseguição ao Evangelho, a relativização do pecado, “leis de mordaça” e possível fim da liberdade religiosa? Profecias e “profecias” de perseguição surgem e ressurgem de tempos em tempos. Foi assim em 2000 (virada do milênio), 2002 (eleição do Lula “comunista”) e 2006 (o tal “ano da besta”)… Foi assim também em 2010, no primeiro mandato da Dilma, onde falava-se de um grande complô que se concretizaria com a subida do vice Michel Temer ao poder.

Mas, cá entre nós, que novidade há nisso? Esta profecia foi descrita em detalhes há dois mil anos na Palavra de Deus, e fala de uma grande perseguição mundial que acontecerá nos dias finais (Dn 12:1; Mt 24:9-13; Ap 13:11-17…). Isso significa que, mais cedo ou mais tarde, a perseguição chegará ao Brasil. Qualquer “nova” profecia a respeito, estará apenas repetindo a original.

Esta certeza não nos deve causar alarmismo, pânico ou medo, mas alegria pelo privilégio de poder participar do sofrimento de Cristo (Mt 5:10-11, 1 Ts 3:3, At 14:22, etc…).

Como cristãos, nossa responsabilidade é viver cada dia na expectativa da volta de Jesus, temendo a Deus e proclamando a sua salvação.

Como cidadãos dos Céus, mas temporariamente brasileiros, cabe a nós orar por nossos governantes e dar a nossa contribuição para a construção da justiça social neste país, independentemente de qual partido esteja no comando político.

E, firmados em Cristo, estejamos vigilantes e prontos para o que vier: avivamento, arrebatamento, perseguição ou morte. Isso resume tudo. 

Que Deus nos dê sabedoria e graça para atravessar cada fase da nossa vida sem envergonhar o Evangelho. E que a nossa vida exale, sempre, o bom perfume de Cristo, por onde quer que andarmos. SÓ JESUS CRISTO SALVA.

*

Ser Igreja

*

Márcia Rezende

Bacharel em Teologia e Educação Religiosa

Marília/SP

Permitida reprodução e distribuição sem fins lucrativos

mediante citação da fonte e autoria.

*

Leia também:

Anúncios

Read Full Post »

 

EM NOME DE JESUS, EU PROFETIZO!!!…   

M E S M O ? ? ?

*

É bastante comum em nossos dias ouvirmos certas palavras de ordem, precedidas pela expressão “eu profetizo”: “EU profetizo que este ano eu vou comprar meu carro”; “EU profetizo que até o final deste mês eu vou arrumar um namorado”; “EU profetizo que todas as minhas dívidas serão pagas”; e assim por diante. Será esta uma prática bíblica?

Tal orientação tem sido a tônica da maioria das igrejas neo-pentecostais, e tem trazido muita confusão no meio evangélico.

Antes de mais nada, precisamos entender que PROFETIZAR significa “falar em nome de Deus”; é transmitir uma mensagem de Deus a outra pessoa; é receber do Senhor uma palavra e transmitir a outra(s) pessoa(s). Exemplos:

“Então o Senhor me disse: Profefize a estes ossos e diga-lhes: Ossos secos, ouçam a palavra do Senhor! Assim diz o Soberano, o Senhor, a estes ossos: Farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida…”‘ Ezequiel 37:4

“O Senhor me tirou do serviço junto ao rebanho e me disse: Vá, profetize a Israel, o meu povo. Agora ouça então a palavra do Senhor… ” Amós 7:15

“Assim diz o Soberano, o Senhor: acenarei para os gentios, erguerei a minha bandeira para os povos…” Isaías 49:22

Como filhos de Deus, podemos sim entregar nossos pedidos ao Pai e, pela fé, crer que receberemos, mas isso não é profetizar!

As Escrituras afirmam que a fé crê em algo que ainda não existe, vislumbra uma situação como se já tivesse acontecido, antes mesmo de acontecer (Hb 11:1). Assim sendo, podemos sim, declarar, pela fé, que “este ano eu vou comprar meu carro”, por exemplo. Mas de modo algum chamar isso de profecia… Nem tampouco achar que uma determinada declaração, por si só, têm o poder de materializar todas as coisas, mesmo que não estejam dentro dos propósitos de Deus.

É preciso tomar cuidado com o que falamos, afinal, a Bíblia diz que iremos dar conta de cada palavra que saiu de nossa boca (Mt 12:36).

SE Deus realmente lhe deu uma promessa, SE Ele falou ao seu coração e lhe mandou profetizar, então profetiza irmão, sem medo (At 18:9)! Mas caso contrário, não ouse dizer nada de si mesmo afirmando que “Deus mandou dizer”, ou “profetizar”… A Palavra é bem clara e bastante dura com relação a isso:

“ASSIM DIZ O SOBERANO, O SENHOR: AI DOS PROFETAS TOLOS QUE SEGUEM O SEU PRÓPRIO ESPÍRITO E NÃO VIRAM NADA! … SÃO COMO CHACAIS NO MEIO DE RUÍNAS. DIZEM ‘PALAVRA DO SENHOR’, QUANDO O SENHOR NÃO OS ENVIOU… POR CAUSA DE SUAS PALAVRAS FALSAS E DE SUAS VISÕES MENTIROSAS, ESTOU CONTRA VOCÊS. PALAVRA DO SOBERANO, O SENHOR.” Ezequiel 13:3, 4, 6 e 8

Deus deseja que seu povo desenvolva um relacionamento de intimidade e comunhão com Ele, mas esse relacionamento precisa ser permeado de temor. Deus é Senhor e nós somos seus servos – essa verdade precisa estar fortemente gravada em nossos corações. Falar em nome de Deus algo que Ele não mandou dizer é falta de temor ao próprio Deus.

Sim, Deus é amor, mas com Deus não se brinca. De Deus, não se zomba. “Quem quiser amar a vida e ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e os lábios da falsidade.” 1 Pe 3:10

*

Márcia Cristina Rezende

Bacharel em Teologia e Educação Religiosa

Marília/SP

*

Permitida reprodução e distribuição sem fins lucrativos

mediante citação da fonte e autoria.

 *

* *

 ________________________________________________________

Leia também:

Read Full Post »