Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Fornicação’

 

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE MORAR JUNTO SEM SE CASAR

“Portanto, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne”  Gênesis 2:24

*

É cada vez mais comum casais que optam por um relacionamento mais livre, e simplesmente passam a morar juntos, sem o compromisso do casamento. É o que o código civil chama de “uniões estáveis”.

Os argumentos para que um casal não queira assumir o casamento, são variados e muito criativos, mas não conseguem anular os preceitos de Deus, que são eternos.

Precisamos entender dois princípios básicos sobre este assunto:

1. O relacionamento íntimo conjugal é um privilégio exclusivo para o casamento. Este é o plano de Deus desde o princípio para o ser humano: “Por causa da imoralidade, cada um deve ter sua esposa, e cada mulher o seu próprio marido” (1 Coríntios 7:2). Todo aquele que opta por um plano diferente, estará entrando por um caminho obscuro e sem a aprovação do nosso Criador. Ter relações sexuais com alguém que não é seu esposo/esposa é fornicação. Deus assim determinou para que pudéssemos manter nosso corpo limpo, puro e santo. Veja o que a Bíblia fala sobre prostituição na área sexual:

“As obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia…  e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” Gálatas 5:19

“Os alimentos são para o estômago e o estômago para os alimentos; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o SENHOR, e o SENHOR para o corpo.”  1 Coríntios 6:13

 “Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria; pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.”  Colossenses 3:5-6.

2. Morar junto ou manter relações sexuais não substituem o casamento. Casamento é uma cerimônia pública perante Deus e a sociedade, onde o casal faz uma aliança indissolúvel.

O CASAMENTO É UMA CERIMÔNIA QUE OFICIALIZA A UNIÃO DE UM CASAL. NÃO É INVENÇÃO DE HOMENS, MAS DE DEUS. NÃO É DOGMA RELIGIOSO, É BÍBLICO.

Li há pouco tempo um artigo, cujo autor afirmava que casamento não é bíblico porque Adão e Eva não se casaram, e Isaque deitou-se com Rebeca assim que a conheceu… Ora, ora… Quanta ignorância!!

Adão e Eva não tiveram testemunhas humanas, mas receberam a bênção de Deus (2)! Quanto a Isaque, não sabemos ao certo o que aconteceu (3). Quem estuda (com seriedade) um pouquinho de teologia, sabe que, muitas vezes, a narrativa bíblica não dá detalhes da situação, fazendo com que o leitor desapercebido pense que os fatos foram consecutivos, o que nem sempre é verdade. Um exemplo clássico disso é o capítulo 4 de Gênesis, que conta que Adão e Eva tiveram dois filhos: Caim e Abel. Caim matou Abel, saiu de casa e se casou com uma mulher. O que aconteceu antes e depois do nascimento de cada um, o nascimento de outros filhos, a formação de outras tribos, e outros detalhes, é omitido nas Escrituras com uma única razão: não era importante. Logo, o fato da Bíblia não detalhar o casamento de Isaque não significa que ele não se casou!!! Por outro lado, mesmo que ele não tenha se casado oficialmente, isso não significa que Deus tenha aprovado sua atitude. No início dos tempos, práticas como o incesto, poligamia, escravidão, apedrejamento e tantas outras, faziam parte do contexto cultural do povo de Israel, nem por isso, refletiam os propósitos de Deus.

Jesus Cristo, em seu ministério, por várias vezes denunciou práticas e cerimônias desnecessárias e puramente legalistas, como se lavar antes das refeições, guardar o sábado, não comer na companhia de “pecadores” e a circuncisão, mas nunca disse nada, direta ou indiretamente, contra a cerimônia de casamento. Pelo contrário, confirmou-a várias vezes (Mt 19:1-8, 22:2; Lc 20:34; Jo 2:1-2). Se o casamento fosse algo irrelevante ou desnecessário, com certeza o Mestre nos teria deixado tal ensino. Ao abordar a mulher samaritana, Jesus confrontou seu pecado dizendo que ela morava com um homem que não era seu marido (Jo 4:17-19). A mulher confirmou a fala de Jesus. MORAR JUNTO e ESTAR CASADO são duas coisas diferentes.

As Escrituras falam de casamento e de prostituição. E não há absolutamente nenhum respaldo bíblico para deduzir que sexo e casamento são a mesma coisa. Antes, alerta: sexo sem casamento é prostituição.

“Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido. Mas, se te casares, com isto não pecas; e também, se a virgem se casar, por isso não peca” 1Cor 7.2, 28 

“Quero, pois, que as que são moças se casem, gerem filhos, governem a casa, e não dêem ocasião ao adversário de maldizer; porque já algumas se desviaram, indo após satanás” 1 Tm 5:14-15 

“Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula, pois aos devassos e adúlteros Deus os julgará.” Hb 13:4

“Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido. De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido.” Romanos 7:2-3

“Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se. Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido. Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.” 1 Coríntios 7:8-11

Certamente a cerimônia que oficializa o casamento varia conforme a cultura de cada época e lugar. Nos nossos dias, envolve um contrato civil feito em cartório. Com a assinatura deste contrato, o casal recebe uma certidão de casamento, ou seja, um documento que comprova que ambos estão casados. Hoje, sem esta certidão, não há casamento. Quando Jesus estava conversando com a mulher samaritana, ele foi bem claro quando disse: “…o homem com quem você mora agora não é seu marido” (João 4:16-18). Confirmando o conceito de que não basta morar junto para se considerar casado. Assim sendo, concluímos que um casal só pode viver junto, como marido e mulher, apenas se forem legitimamente casados um com o outro. Caso contrário, ambos estão em fornicação.

Se este for o seu caso, procure acertar a sua situação. Sabemos que os mandamentos de Deus para nós são todos para o nosso bem. Não podemos amar a Deus e discordarmos de Sua maneira de dirigir todas as coisas.

Sei que muitos hoje pensam de maneira diferente e consideram que o casamento civil é uma prática obsoleta e sem valor algum diante de Deus. É certo que só o contrato não basta se o casal vive em discórdia e desrespeito mútuo. Por outro lado, importa fazer uma coisa sem omitir a outra, casar judicialmente sem se esquecer de honrar esse compromisso em amor.

“Importa antes obedecer a Deus que aos homens. Se porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem vocês irão servir”.

(Atos 5:29 e Josué 24:15).

*

*   *   *

*

Márcia Cristina Rezende

Bacharel em Teologia e em Educação Religiosa

Marília/SP

Permitida reprodução e distribuição sem fins lucrativos

mediante citação da fonte e autoria.

*

  

*

Leia também:

*

_______________________________________

Anúncios

Read Full Post »