Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2013

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

*

Muitos ficam em dúvida quando vão comprar uma Bíblia. Qual tradução é melhor? Existem versões mal intencionadas e traduzidas erroneamente? Qual editora é mais confiável? Estas são perguntas feitas por aqueles que analisam além da cor da capa ou do tamanho da letra, e merecem uma atenção adequada. Hoje há tantos modelos, traduções e versões que muitas vezes fica difícil saber escolher.

Originalmente, cada um dos 66 livros da Bíblia foi escrito em Hebraico, Grego e Aramaico. Fazendo-se necessário traduzi-los para os mais diferentes idiomas, de modo que o maior número possível de pessoas em todo o mundo tenha acesso à Palavra de Deus.

 *

Por que existem tantas versões diferentes?

A resposta é simples: porque o texto sagrado (felizmente) não é patenteado, o que significa que editoras diferentes tem liberdade para produzir versões diferentes, de acordo com um ou outro método linguístico de tradução.

Além do entendimento da importância de se publicar a Bíblia e tornar a Palavra de Deus cada vez mais acessível ao maior número de pessoas, não podemos fechar os olhos aos interesses comerciais que há por detrás de tantas inovações. Apesar do crescimento do mundo virtual, a verdade é que vender Bíblias hoje ainda dá muito lucro. Daí também o interesse de tantas editoras e publicadoras tirarem o seu “quinhão” neste mercado. Temos hoje a Bíblia do adolescente, Bíblia da família, Bíblia à prova d’água, Bíblia do “Pr. Tal”, Bíblia da descoberta, Bíblia do surfista, Bíblia cronológica, comentada, ampliada, revisada… enfim, a lista é interminável.

Diante disso tudo, o importante é saber que as diferenças são puramente de estilo. Trata-se de maneiras diferentes de se dizer uma mesma coisa, e NENHUMA dessas diferenças envolve doutrinas ou interpretações teológicas.

NÃO existe esta história sensacionalista de que algumas Bíblias são “diabólicas”, hereges, omitem informações, etc, etc, etc… Já li e ouvi muita besteira a este respeito e posso afirmar, sem medo de errar, que isso não é verdade. São afirmações infundadas, demagógicas e, muitas vezes, comerciais. As diferenças entre uma versão e outra se limitam ao campo das “palavras” e não das ideias. Por exemplo: o fato de uma versão citar “Filho do Homem” como uma referência a Jesus, por exemplo, não está de modo algum diminuindo sua divindade, mas apenas apresentando-o em sua forma humana.

Quantas versões existem?

No Brasil, as mais comuns hoje talvez sejam:

*

– Almeida, Corrigida, Revisada e Fiel

– Almeida Revista Contemporânea

– ARC (Almeida, Revista e Corrigida)

– ARA (Almeida, Revista e Atualizada)

– Almeida Revisada e Atualizada (Almeida Século 21)

– King James Atualizada em Português

– NVI (Nova Versão Internacional)

– NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

– Bíblia Viva

*

Note que se trata do conteúdo do TEXTO BÍBLICO e não dos comentários e recursos adicionais, presentes em Bíblias de Estudo e Devocionais. É importante que se entenda que tais comentários são OPINIÕES HUMANAS e que, embora tenham sido supostamente escritas por pessoas capacitadas, não fazem parte das Escrituras Inspiradas, e devem sempre ser lidas com cuidado e senso crítico.

 *

Entendendo as diferenças

A origem das diferenças consiste principalmente no método de tradução escolhido e no tipo de manuscritos originais usados como fonte. Mas, de maneira bem simplista, e de fácil entendimento para os leitores em geral, podemos classificar todas as versões existentes hoje no Brasil, em três categorias gerais, de acordo com a linguagem utilizada.

*04-1

1. Linguagem erudita e formal, que utiliza os termos com tradução quase literal. Estas fazem uso de palavras pouco utilizadas hoje em nosso vocabulário, tais como: esboroar, encanecido, concupiscência, libação, messe, ilharga, esquadrinhar, beneplácito, etc. Usam formas verbais de linguagem culta, como dar-se-vos-á e buscar-me-eis. E utilizam pesos e medidas da época: côvado, siclo, efa, gômer, etc. Neste grupo temos as versões:

  • Almeida Revista e Corrigida (ARC) 
  • Almeida Revista e Atualizada (ARA),
  • Almeida Revista Contemporânea 
  • Almeida Corrigida Fiel (da Trinitariana)

Indicada para pessoas que preferem uma linguagem mais culta, formal e rebuscada. Exige uma certa prática de leitura ou um bom dicionário da língua portuguesa para ajudar na compreensão. A Versão Revista e Corrigida, dentre estas é, na minha opinião, a que contém termos mais usuais e menos difíceis de serem compreendidos.

 *

022. Linguagem atualizada e informal, que utiliza termos que expressam a ideia do texto. Estas versões traduzem o sentido do texto, sem se preocupar com uma tradução literal, palavra por palavra. Utilizam termos conhecidos no vocabulário popular e fazem a equivalência de pesos e medidas para os utilizados atualmente. São de fácil compreensão, embora algumas palavras por serem muito simplificadas não conseguem expressar o sentido do termo original. Nesta linha de tradução, podemos citar:

  • Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)
  • Bíblia Viva

Indicada para novos convertidos, adolescentes, e pessoas que preferem uma linguagem de mais fácil entendimento, sem se preocupar com análises teológicas para estudos mais aprofundados.

 *

03-33. Linguagem atualizada e formal, que se equilibra entre os dois extremos. Trata-se de versões que procuram fazer uma tradução modernizada, sem perder a estrutura formal de escrita. Procura traduzir literalmente cada palavra, com exceção daquelas que hoje tem um sentido diferente. Por exemplo: “rim”, no original hebraico, muitas vezes aparece no sentido de órgão das emoções, que hoje, expressamos como sendo o “coração”. Neste caso a ARC traduz como “rim” mesmo (sentido literal), enquanto a NVI, traduz como “coração” (sentido contextualizado). Classifico neste nível as Bíblias:

  • King James (recém traduzida para o português),
  • Nova Versão Internacional (NVI)
  • Almeida Revisada e Atualizada 

 *

Veja alguns exemplos de trechos bíblicos em diferentes versões comparados:

 *

1. Gênesis 6:16

“Farás na arca uma janela, e de um côvado a acabarás em cima; e a porta da arca porás ao seu lado; far-lhe-ás andares, baixo, segundo e terceiro.”  Almeida Corrigida e Fiel

“Pouco abaixo do teto, faça uma abertura de meio metro de altura, em toda a volta do navio, para ventilação e iluminação. Num dos lados faça uma porta. E construa três andares no navio – um embaixo, outro no meio e um terceiro em cima.”  Biblia Viva

“Faça-lhe um teto com um vão de quarenta e cinco centímetros entre o teto e corpo da arca. Coloque uma porta lateral na arca e faça um andar superior, um médio e um inferior.”  NVI

 *

2. Levítico 15:25

“Também a mulher, quando tiver o fluxo do seu sangue, por muitos dias fora do tempo da sua separação, ou quando tiver fluxo de sangue por mais tempo do que a sua separação, todos os dias do fluxo da sua imundícia será imunda, como nos dias da sua separação.” Almeida Corrigida Fiel

“A mulher que tiver hemorragia ou que continuar menstruada além do tempo normal ficará impura como durante a menstruação.”  NTLH

“Quando uma mulher tiver um fluxo de sangue por muitos dias fora da sua menstruação normal, ou um fluxo que continue além desse período, ela ficará impura enquanto durar o corrimento, como nos dias da sua menstruação”  NVI

*

3. Deuteronômio 10:16

“Circuncidai, pois, o prepúcio do vosso coração e não mais endureçais a vossa cerviz.” ARC

“Portanto, sejam obedientes a Deus e deixem de ser teimosos.” NTLH

“Circuncidai o vosso coração e não sejais mais obstinados.” Almeida Século 21

 *

4. Salmo 40:1

 “Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro.” Almeida Revista e Atualizada

“Esperei com confiança pela ajuda do Senhor. Ele se voltou para mim e ouviu meus pedidos de socorro.”  Biblia Viva

“Coloquei toda minha esperança no Senhor; ele se inclinou para mim e ouviu o meu grito de socorro.” NVI

 *

 5. 1 João 2:16

“Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.” ARC

“Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo.”  NTLH

“Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.”  NVI

*

6. 1 João 5:7

“Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um.”  Almeida Corrigida Fiel

“E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade.” ARA

“Há três que dão testemunho:”   NVI (Obs: nesta versão, bem como na NTLH, o sentido do texto se completa apenas no verso seguinte)

 *

Bíblias de Estudo

A diferença entre as inúmeras Bíblias de estudo disponíveis nas livrarias, está nos recursos extras. Cada uma contém não só o texto sagrado numa determinada versão, mas também mapas, estudos, comentários, devocionais, gráficos, dicionários, etc…

Tais recursos costumam ser bastante didáticos e podem auxiliar muito na compreensão dos textos.

É importante lembrar que tais recursos NÃO FAZEM PARTE DO TEXTO INSPIRADO e são de autoria puramente humana, seguindo, normalmente, uma linha teológica interpretativa específica. Podendo, inclusive, conter erros e equívocos doutrinários. Os recursos podem auxiliar, mas não devem ser aceitos como verdades absolutas.

Por exemplo: A Bíblia de Estudo Pentecostal, como o próprio nome já diz, traz estudos e notas de acordo com as doutrinas de linha pentecostal, da Igreja Assembléia de Deus (Editora CPAD), enquanto a Bíblia de Estudo de Genebra (ARA) traz estudos e comentários segundo interpretação calvinista, da Igreja Presbiteriana, e assim por diante. Veja as versões utilizadas em algumas Bíblias de Estudo: 

  • Bíblia de Estudo Pentecostal – ARC
  • Bíblia da Mulher – ARC
  • Bíblia de Estudo e Aplicação Pessoal – ARC
  • Bíblia de Estudo Plenitude – ARC
  • Bíblia Dake – ARC
  • Bíblia de Estudo de Genebra – ARA
  • Bíblia de Estudo Anotada e Expandida – ARA
  • Bíblia de Estudo MacArthur – ARA
  • Bíblia Sheed – ARA
  • Bíblia Thompson – Almeida Revista Contemporânea  

*

CONCLUSÃO

NÃO existe a “melhor versão” da Bíblia, existe apenas versões diferentes.

A NVI, NTLH e Bíblia Viva são mais contextualizadas e de mais fácil entendimento. Por outro lado, deixam a desejar na poesia e, em alguns casos, empobrecem o texto utilizando palavras um tanto “grosseiras” (na minha opinião). Já as traduções de Almeida Revista e Corrigida, Revista e Atualizada, Corrigida e Fiel, etc… costumam ser mais fiéis ao sentido original das Escrituras, mas a terminologia é erudita, com tempos verbais arcaicos, e palavras de difícil entendimento. Portanto, a escolha da “melhor versão” vai depender do gosto pessoal de cada um. O ideal é comparar várias versões de um mesmo texto para melhor compreensão. Alguns sites dispõem deste serviço, como o bibliaonline.net  e o bibliaonline.com.br.

MAS, DE TUDO, O IMPORTANTE É SEGUINTE: devemos ler a Bíblia não se prendendo às letras ou significado isolado das palavras, mas sim procurando o sentido geral do texto, interpretando-o conforme a direção do Espírito Santo, de preferência coletivamente. Independentemente da versão que se usa, o importante é se habituar a ler capítulos inteiros, livros inteiros. Isso sim é fundamental para se compreender o sentido da Palavra. Se prender a versículos soltos, agarrando-se a eles como promessas para sua vida é um perigo. Texto fora do contexto vira pretexto.

Em suma: versão formal, literal, dinâmica ou parafraseada, capa dura, capa mole, letra grande, letra pequena… o importante é LER. Escolha uma linguagem e um modelo que mais o agrade, leia a Bíblia e permita que suas palavras gerem vida em seu coração. E não substitua as Escrituras por comentários teológicos ou mensagens de grandes pregadores. Permita que o próprio Espírito fale com você diretamente através da Palavra. Afinal, o Evangelho é simples! Nós é que complicamos.

*

* * *

*

Márcia Rezende
Bacharel em Teologia e Educação Religiosa
Doctor of Ministry – Especialização em Bíblia
Marília/SP
 
Permitida reprodução e distribuição sem fins lucrativos
mediante citação da fonte e autoria.
 
*
 

Ser Igreja

*

Leia também:

*

Read Full Post »

“Não temais; estai quietos e vede o livramento do Senhor.”
Êxodo 14:13

homem desesperado

*

Parece-nos, muitas vezes, que Deus coloca seus filhos em profundas dificuldades, conduzindo-os a algum beco sem saída; armando situações que nenhum juízo humano admitiria, caso fosse previamente consultado.  A própria nuvem os conduz para mais longe. Talvez isso lhe esteja acontecendo neste exato momento.

Parece desconcertante e muito grave; mas está perfeitamente correto. O motivo é mais que suficiente para justificar aquele que o trouxe para esse beco. Trata-se de uma plataforma para que Ele lhe apresente sua graça e poder onipotentes.

Deus não somente há de livrá-lo, como também, ao fazê-lo, ensinar-lhe-á uma lição inesquecível que, mais tarde, reverter-se-á em muitos salmos e cânticos. Você jamais poderá agradecer a Deus por ter Ele agido exatamente como agiu.

*

Autor: F.B.Meyer

Fonte: Pensamentos para horas tranquilas, de D.L. Moody

*

Ser Igreja

*

Leia também:

*

_________________________________________________________

Read Full Post »

Sol

*

Um dia o sol amanheceu de mau humor:

– Raça de aproveitadores! Que lucro tenho eu em dar-lhes dia após dia, o meu calor? Humm… lá estão eles: Júpiter, Netuno, Marte, Terra… A Terra! Principalmente a Terra! Olha só, como cantam as lavadeiras transformando os varais num cenário de festa junina! E os pedreiros, enquanto brincam com aqueles pedacinhos de barro que chamam de tijolos? A “pirralhada” então, com os baldezinhos de areia nos parques e nas praias, os menorzinhos quase caindo dos carrinhos de tanto baterem palmas e rirem com as bocas sem dentes. É demais… Ah, ah, ah, mas eles não perdem por esperar…

E cheio de tédio, recolheu seus raios brilhantes e enrodilhou-se para curtir a crise de autopiedade.

Lá pelas tantas, a curiosidade de ver o resultado da heroica atitude venceu, e resolveu dar uma olhadinha para ver como ia a Terra. Olhou. Tornou a olhar. Esfregou os olhos. Curvou-se para ver melhor:

– Ué, onde estarão eles? Estarei cego?

Mas de uma altura, bem maior que a sua, uma voz chegou:

– Pior que cego, grande astro, estás só.

– Mas o que vou fazer deste excesso de luz e calor?

A voz não respondeu.

E pela primeira vez o sol chorou.

*

A história acabaria aqui, se alguém não estivesse escrito outra assim: Saber que “se a chama que há dentro de mim se apagar, os que me rodeiam morrerão de frio”, não é um privilégio, é uma sentença. Quando a depressão chega ou o cansaço aumenta, a necessidade de manter acesa a chama, não por mim, mas por aqueles que em mim esperam, quase leva ao desespero. Vai daí, Senhor, surge esta história de sol chorando. E eu, que não sou sol, nem planeta, nem nada, acabo descobrindo que “a medida do meu descanso é a necessidade do meu próximo”, e que não tenho o direito de ser uma interrogação quando há tanta gente à espera de uma resposta tua, através dos que te pertencem, ainda que tão fracos e imperfeitos como eu…

*

Myrtes Mathias

*

*  *  *

*

myrtes-mathiasMyrtes Matias nasceu em 1933 no estado do Rio de Janeiro e foi uma das mais notáveis poetisas evangélicas do Brasil. Missionária batista, em 1966 formou-se em teologia e atuou por um pouco de tempo em Tocantínia (TO), sendo obrigada a abandonar o campo por  problemas de saúde. Continuou atuante na Junta de Missões Nacionais, como redatora da revista A PÁTRIA PARA CRISTO. Professora, escritora, pesquisadora, intelectual, educadora, oradora, e autora de literatura infantil. Em 1988 tornou-se imortal – a primeira mulher na Academia Evangélica de Letras, tendo escrito aproximadamente 19 livros entre poemas, crônicas, romances e histórias infantis. Já aposentada, continuou indo à sede de Missões Nacionais e numa máquina de escrever antiga, registrava novos poemas, deixando sua marca de grande poetisa evangélica do Brasil, emocionando a todos com seus versos inspirados.

***

Ser Igreja

Leia também:

**

Read Full Post »

0_tiago1_5a

COMO CONHECER A VONTADE DE DEUS

de Dennis Downing

*

Uma das perguntas mais freqüentes que ouvimos é “Como é que eu posso saber a vontade de Deus sobre …”. Às vezes é uma questão de relacionamentos (namorar com esse, ou não; casar com aquele, ou não). Outras vezes a dúvida é em relação a emprego, mudança de cidade, escolha de carreira, etc. Às vezes tem-se bastante tempo para buscar a resposta. Outras vezes a resposta precisa ser encontrada numa questão de horas.

Seja qual for sua situação, há algumas dicas que podem ajudar.

Vários anos atrás, perguntei a um homem de Deus como tomar uma decisão de entrar num seminário para me preparar para servir num ministério. Ele deu as seguintes dicas. Eu as elaborei um pouco mais com passagens bíblicas que mostram que há um fundamento para todas elas. Há apenas cinco. Eu as coloco aqui na esperança de que, havendo necessidade, possam lhe ajudar. Que Deus seja sempre seu guia.

*

1. Oração

Tiago 1:5-6 – Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. 

Deus promete dar sabedoria e discernimento a todos que pedem. Precisamos pedir a Deus. Precisamos pedir com fé. Antigamente eu orava muito quando precisava de uma resposta ou ajuda, e muito pouco quando estava tudo bem. Precisamos nos habituar a orar constantemente a Deus, para conhecê-Lo melhor. Quanto mais nós O conhecemos, melhor entenderemos a Sua vontade.

Parte da maneira como Deus se revela para nós não é apenas através de respostas momentâneas, mas, através de um contato prolongado e profundo. Procure melhorar seu relacionamento com Deus em oração e, surpreendentemente, você verá que as respostas dEle às suas dúvidas virão de forma cada vez mais tranquila e natural.

8

2. A Palavra

Rom 12:1-2 –  “transformai-vos pela renovação da vossa mente”.

Nossas mentes tendem a fazer decisões baseadas em modelos de pensamento, e valores anteriores à nossa conversão, ou seja em valores do mundo. Esses valores podem nos levar a decisões erradas. Só a mente renovada pela palavra de Deus pode fazer boas decisões.

Podemos procurar passagens que ensinam sobre a nossa dúvida quanto à vontade de Deus, ou passagens que nos dão princípios bíblicos para nos guiar. Em tudo, precisamos estar orando para Deus nos orientar.

M

3. A orientação do Espírito Santo

Salmos 143:10 – “Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus, que o teu bondoso Espírito me conduza por terreno plano”.

O Cristão tem o Espírito Santo como guia. Precisamos pedir a ajuda dEle. Ele provavelmente não falará em meu ouvido. Mas ele tocará em meu coração e operará em minha mente para me ajudar a conhecer a vontade de Deus.

M

4. Buscando Conselhos de cristãos maduros 

Prov. 12:15; (15:14; 18:15; 20:18) – “O caminho do insensato aos seus próprios olhos parece reto, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos.”

Em 1 Reis 12, Roboão, um dos filhos de Salomão, um dos homens mais sábios da Bíblia, ao em vez de escutar os conselhos dos anciãos de Israel, escutou seus jovens amigos, e assim dividiu ao povo de Israel. É mais sábio procurar uma pessoa com experiência e bom exemplo na vida Cristã. Este homem ou esta mulher geralmente terá melhores condições de nos indicar qual seria a vontade de Deus.

Você conhece algumas pessoas em cujas vidas você vê Jesus? Procure os conselhos destas pessoas. Novamente, ao invés de esperar para a hora decisiva, é melhor começar a desenvolver estas amizades bem antes. Assim, teremos mais confiança na orientação desses irmãos mais maduros.

m

5. Portas abertas

Atos 16:6-7 – “E, percorrendo a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia, defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu.

Paulo queria ir para a Ásia. Deus tinha outros planos. Deus fechou portas no caminho de Paulo. Paulo acabou indo a Filipos, onde uma igreja importante foi fundada.

Deus quer nos mostrar o caminho. Só Ele pode nos mostrar a direção certa. Salmos 25:4-5 “Faze-me, SENHOR, conhecer os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas. Guia-me na tua verdade e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação, em quem eu espero todo o dia.”

Se você quer seguir algum caminho, namorar ou casar com uma determinada pessoa, ou alcançar algum objetivo, se isto for a vontade de Deus, as portas vão abrir. Se não for, você pode forçá-las, mas pode depois vir a se arrepender devido ao que encontrar do outro lado daquelas portas. Esteja sempre atento para a vontade de Deus e para as portas abrindo ou fechando de acordo com Sua vontade.

m

E, lembre-se, é mais fácil saber o que uma outra pessoa realmente quer quando você conhece bem aquela pessoa. Certamente Deus irá revelar a vontade dEle para nós. Mas, quanto mais O conhecermos, mais claramente entenderemos e ouviremos Sua vontade. Por isso é bom desde já buscar conhecer cada vez mais a Deus.

Deus te abençoe.

Fonte: Iluminalma

o

______________________

o

Leia também:

m

 

Read Full Post »