Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \22\UTC 2012

*

Jesus, me dá uma luz!!!

*

Quantas vezes nos encontramos em dúvidas sobre as escolhas nossas de cada dia: desde o simples “com que roupa eu vou?” até decisões mais complexas como: “devo começar a namorar esta pessoa?”, “é hora de mudar de ministério?”, “qual faculdade escolher?”, “devo pedir a conta ou esperar ser despedido?”…

Algumas respostas nos parecem fáceis, outras nem tanto. E aí temos a impressão de estarmos tateando num breu.

Vai daí surge a tal luz no fim do túnel. “Oh, glórias!!! Nossos problemas foram resolvidos!”, pensamos. Mas, como saber se essa luz é mesmo de Deus ou não?

Oh, mas se é luz, claro que é de Deus... logo concluímos. E é aí que cometemos nossos maiores erros. A luz no fim do túnel pode ter vindo da nossa própria consciência, do nosso coração, de um amigo, ou até de um anjo. A luz da nossa consciência pode estar equivocada. A luz do coração é enganosa. O amigo pode estar com sua visão comprometida. E até mesmo um anjo de luz pode ser, nada mais nada menos, que o diabo disfarçado (2 Co 11:14).

Frequentemente ouvimos pessoas afirmarem categoricamente: “Deus me mandou fazer tal coisa!” Masssssss…. será que foi Deus mesmo?! Nele não há confusão nem inquietude. Tudo o que Deus faz é perfeito! E aí, vez após vez, as escolhas terminam em caminhos frustrados e só então caímos na real: é, realmente aquela luz não era de Deus. Tarde demais.

SE PERDER É MUITO FÁCIL. Então, fique atento ao TIPO DE LUZ em que você tem baseado suas direções. Há lindas e atraentes lâmpadas, cujo brilho é quente e intenso, mas foram projetadas especialmente para ATRAIR MOSCAS e depois destruí-las. Há também as lâmpadas que gastam menos energia, são ECONÔMICAS, mas por dentro possuem altas taxas de mercúrio que podem ser fatais se inaladas. Há luzes que causam CEGUEIRA. Outras há que indicam o CAMINHO ERRADO. Então, para não se perder certifique-se se está realmente seguindo a luz certa. “LÂMPADA PARA OS MÉS É A TUA PALAVRA, SENHOR, E LUZ PARA OS MEUS CAMINHOS”. Fica a dica!

Antes de confiar na primeira luz que aparecer, precisamos consultar Aquele que é o “Pai das Luzes” (Tg 1:17). Perguntar a direção de Deus sobre uma decisão a tomar é apenas o primeiro passo. O mais importante é  ouvi-lo e obedecer.

Não se trata de abrir aleatória a Bíblia e “sortear” um versículo, ou fazer provas infantis com o Senhor. Trata-se de passar tempo em oração, com os ouvidos bem abertos e prontos para ouvir a voz de Deus.

Nem sempre essa voz será coerente com nossos sentimentos ou nossa lógica, nem sempre nos levará por um caminho fácil, nem sempre nos deixará confortáveis. Mas uma coisa é certa: a voz de Deus sempre nos conduzirá à sua boa, agradável e perfeita vontade.

Da próxima vez que precisar de respostas, e uma luz aparecer no fim do túnel, não se precipite, e só avance se o próprio Deus o conduzir.

*

“Quando andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie no nome do Senhor, e firme-se sobre o seu Deus.” Isaías 50:10

*

*

Márcia Cristina Rezende
Bacharel em Teologia e Educação Religiosa
Marília/SP
 
Permitida reprodução e distribuição sem fins lucrativos
mediante citação da fonte e autoria.
 
*
 
Anúncios

Read Full Post »