Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \28\UTC 2012

Deus, o Criador de tudo o que existe em todos os universos (visíveis e invisíveis, conhecidos ou não) é a fonte de toda arte. Ao criar o homem à sua imagem e semelhança, soprou em suas narinas não só o fôlego de vida, mas a necessidade de se expressar e contemplar a si mesmo através da arte.

Mas o homem corrompeu a imagem divina impressa em sua alma e todas suas nuances foram prostituídas. Isso explica porque repetidamente confundimos alguns sons moribundos com verdadeira música, alguns programas de TV com entretenimento e algumas fotos pornográficas com nu artístico… Pobres homens!!!

Como filhos de Deus, resgatados através da adoção em Cristo Jesus, resgatemos também a arte que jorra diretamente do Trono, produzindo obras impactantes e transformadoras, dando “ibope” somente ao que o merece, e jogando na latrina aquilo que fede.

Michel Teló, Tiririca e Lacraia apenas ocuparam um buraco aberto em nossas mentes e corações. O quê em seguida virá?

Nossa geração precisa de-ses-pe-ra-da-men-te de artistas!

Clama o Criador: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós?”

Segue abaixo o texto de alguém que ousadamente decidiu responder: “Eis-me aqui, envia-me a mim” (Venilson Júnior):


A arte não precisa ser bela.

O seu principal propósito é a expressão de uma cultura, princípio e valor. Sejam estes bons ou ruins.

A arte existe para elucidar um problema, ou denunciar comportamentos.

Mas hoje o que se exige da arte é que ela seja um refúgio sentimental (nunca racional) onde seu ouvinte, ou expectador, ou leitor possa, por algumas horas, esquecer de seus problemas e “aproveitar a vida”. Dane-se essa concepção!

Músicas de “acasalamento”, ou que mostram o amor como um jogo ou que não falam absolutamente nada, e tantas outra que todos nós infelizmente já ouvimos, fazem do músico um empregado que deve servir a sociedade com o que ela acha que precisa.

Sou músico exatamente por ter outra visão, outra perspectiva do mundo. Não melhor, diferente.

É por isso que a arte é tão desvalorizado pela maioria, pois esta virou escrava das vaidades humanas.

A arte não deve ser bela, deve ser clara, precisa e profunda.

E hoje, o que mais precisamos é de obras de arte feias, mas transformadoras.

Read Full Post »